quinta-feira, 6 de abril de 2017

Subinstante e a Temática de Cultura Popular, Identidade, Diversidade, Memória e Patrimônio Cultural





História:

Na estrada desde 2007 a Banda Subinstante surgiu a partir de outra Banda que tínhamos. Montada por quatro jovens moradores de Águas Claras-DF, esse novo projeto nasceu da necessidade de todos contribuírem para as composições sem se prenderem a um só rótulo, com o objetivo de transmitir mensagens nas letras dos fatos corriqueiros na sociedade e no íntimo das pessoas. Um som que demonstra facetas humanas e histórias sobre pessoas cuja intenção é transmitir isso através da música, com um estilo de rock alternativo, que mescla todas as influências musicais dos integrantes, com suas composições carregadas de harmonias, solos e riffs. 

O Nome Subinstante

O nome "Subinstante" se trata de um termo latino, que remete a uma situação vivida de breve duração, porém fortemente marcante para quem a vive. É um detalhe que fica para sempre na memória, tal lembrança traduz o que se é chamado de "Subinstante". Em geral as músicas trazem momentos com estas características à tona. 

Contribuição Social:

Na mesma linha do que o próprio nome da banda já propõe, os trabalhos da banda giram em torno de manifestações, dentre as quais incorporam as necessidades sociais que merecem destaque na atual precariedade local, frente aos problemas que se encontram presentes na nossa atualidade, seja questões individuais ou coletivas. Com isso a banda só tem a contribuir no crescimento e respeito das diversidades culturais e sociais, sempre valorizando as diferentes identidades que estão presentes na sociedade, além de possuir um estilo subjetivo que abrange todas as personalidades, já que sua mensagem de apoio e fomento do respeito social, cultural, e artístico busca servir de grande inspiração à todos os seus espectadores e fãs, para que possam refletir e buscar novos meios de contribuir para a harmonização da sociedade.

Conhecendo Algumas Músicas da Banda Subinstante:
Por Luis Moura, em sua visão pessoal:

REFLEXOS (reflexão filosófica sobre a origem da personalidade do ser);

BRASILEIRO (Manifestação política trazida aos olhos da sociedade como um todo);

SONHOS (incentivo a acreditar na possibilidade de ter os sonhos alcançados, e lutar por eles); 

TALVEZ NÃO SEJA TARDE (reflexão frente às nossas atitudes durante nosso dia a dia, onde nossas preocupações em coisas irrisórias que devem ser substituídas por questões que realmente merecem atenção em prol da busca da solução da problemática social atual); 

SE EU PUDESSE (Atitudes do passado que causaram tormento e arrependimento do eulírico devido a erros cometidos, tais como o envolvimento com drogas);

CARTAS MARCADAS (Crítica devido à globalização trazer benefícios apenas à alta classe, e a tecnologia prejudicar o convívio social da população); 

TUDO QUE PERDEU (Superação e vitória mesmo com a ausência de pessoas que contribuiriam ao seu desenvolvimento); 

TEMPO (Reflexão sobre a perda de tempo em não lutar por seus objetivos na vida); 

RECOMEÇAR (Busca enaltecer uma mulher que se sente incompleta, objetivando mostrar que ela não tem a necessidade de se sentir assim, pois o fato de ter a sí própria é suficiente para ser feliz);

QUEM EU SOU (críticas à pré-julgamentos).

Conheça mais sobre a banda:


Contato:
subinstante@gmail.com
61 98310-0222




quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Relações e Objetivos Interpessoais

Tenho o costume de acompanhar a história de diversos artistas e bandas que gosto muito, desde seu início até as novidades atuais que eles sempre postam em suas redes sociais.

Hoje, vi uma a qual me fez refletir graciosamente. A do guitarrista Marcelo Barbosa, o qual tive a honra de conhecer seu trabalho e talento através do show da banda Khalice, em 2011, que abriu o show do Iron Maiden, minha maior incentivadora durante minha gênese como músico.

Em sua página oficial, Marcelo publicou uma postagem que trata sobre uma conquista efetivada graças a pessoas que possui uma grande amizade e que acreditam em seu trabalho (https://www.facebook.com/marcelobarbosaofficial/posts/1380072105357388:0), citando 2 aforismos os quais eu concordo veementemente:

"Ninguém cresce sozinho"
"Quem tem amigo tem tudo"

EAcredito, assim como ele, que quem sonha pode construir e realizar. Independente da dificuldade que surja em seu caminho, é importante acreditar ser possível alcançar.

Mas pra alguns o caminho não é tão curto. E é aí onde existe a possibilidade em que se venha a ser mensurada a força que cada um possui para correr atrás de seus objetivos. Haja cacetada no trajeto. Até onde você pode aguentar?

É assim mesmo. Temos que agradecer pelas batalhas. Seja pela vitória, seja pela derrota, tudo se traduz em aprendizado para o próximo passo.

Nunca encarar qualquer tristeza como barreira, mas sim como combustível para seguir em frente e mudar essa situação pode ser a saída. Seja sozinho ou com apoio, um dia a gente chega lá.

\m/Ò.ó

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Subinstante no Valendo no Orbis

Enfim saiu!

O tão aguardado vídeo do Subinstante participando no valendo no Orbis.

Postado em 21 de dezembro de 2016, o vídeo alcançou 5000 visualizações em 5 dias!

Eu consegui acompanhar muita gente ajudando na divulgação do vídeo, e só temos à agradecer a essa força incrível que nos deram! =D

Muito obrigado!

E modéstia a parte (e tirando uns errinhos - que doeram na alma - deste nobre guitarrista que vos fala) Ficou incrivelmente foda!

Confira com a gente! E compartilha com seus amigos! Vai que ajuda a gente a participar do próximo Superstars! hehe




quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Sim, eu fiz o vídeo!

Haha!

Sobre o video que comentei que faria no último post:

Sim, eu fiz o vídeo!

Expliquei com mais alguns detalhes sobre a História da "Isso Vai Voltar".

Geralmente não cumpro minhas promessas nesse blog, mas essa deu certo! haha!

Segue o vídeo para que vocês possam curtir! ^^


quinta-feira, 15 de setembro de 2016

"Isso vai voltar"


Fala galera!

Hoje eu acesso o Facebook pela manhã e me deparo com esta lembrança um tanto engraçada...


 

Rs. Um tanto engraçada sim. Esta música eu havia gravado na madrugada do dia em que foi feita esta publicação. Era uma música que nasceu depois de um término de namoro, à época mal esclarecido. Que havia me deixado um tanto conturbado a ponto de criá-la (coisa de adolescente, quem nunca?).

Hoje tá completando 5 anos que eu havia retirado esta música do ar. O mais engraçado foi o motivo. rs

Ocorre que à época, diversos blogs começaram a redigir sobre o caso! E em poucas horas eu havia atingido milhares de visualizações. Só que quando fui acessando os blogs que estavam me ajudando, eu percebi que um deles havia lançado uma espécie de campanha! E velho, me deu um frio na barriga, kkkkkkkk.

E assim acabou que eu tirei a música do ar.

Alguns destes blogs ainda tem a postagem publicada. Se liguem:



Bah. Hoje eu n sei se eu deveria ter retirado a música do Yt. Ou se eu deveria ter mantido-a, por conta da repercussão. Mas, na época, eu juro, fiquei grilado com a proporção que isso poderia chegar. kkkkk

Foi por isso que eu a tirei do ar. 

Mas enfim. Estou pensando em regravá-la, só pra vcs se ligarem no nível. rs
Não era uma música complexa, inclusive, era cheia de erros. 

Vou gravar um vídeo tocando ela como era originalmente.

Ajudem a compartilhar o vídeo. blz? Hoje já não tenho mais com o que me preocupar. rs

Logo mais, segue ela aqui no blog ^^