quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Luis Moura - Um Pedaço de Papel

Enfim, foi lançado o EP (Extended Play) "Um Pedaço de Papel", uma coletânea de 5 faixas que englobam um trabalho acústico simplificado, mas profundamente marcante.


Devo dizer que estou muito satisfeito com o resultado. Pra algo que é novidade pra mim, a simplicidade e a calmaria das músicas combinadas com a profundidade das letras me trazem a sensação de que o objetivo foi alcançado. 

Mas não se enganem! Todas as músicas serão também trabalhadas com a banda Subinstante, que continua firme e forte na cena. Então em breve vocês terão mais novidades em relação a esse trabalho!

O EP está à venda pela Play Store Music pelo valor de R$ 6,99, também sendo possível adquirir qualquer música pelo valor de R$ 1,99 cada. Pesquise por Luis Moura ou acesse pelo link abaixo:


Também está disponível pelo Spotify, Deezer e outras plataformas de Streaming. Mas a melhor maneira de me ajudar em relação a pelo menos recuperar a grana que gastei com este investimento é adquirindo o EP pelas lojas digitais, tal como a Play Store.

Adquiram o EP, galera! E não esqueça de comentar e dar o seu feedback nas páginas correspondentes, comentando sua opinião sobre as músicas! É o que eu mais quero saber!

Muito obrigado a todos que me incentivaram. Graças a vocês que o EP foi concretizado, galera! Muito obrigado mesmo!

Abraços!

Luis Moura

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Gravação do EP: "Um Pedaço de Papel"

Grandes amigos!
É com muita alegria que informo pra vocês que um dos meus trabalhos pessoais já passou pela fase de projetos, e dia 11/11/2017 irá finalmente sair do papel! (rs)
O EP será gravado no Estúdio Orbis em Brasília mesmo, e estou muito empolgado com todo esse processo. Está sendo uma aposta com base no retorno que alguns amigos deram quando apresentei as músicas desse trabalho pra eles e insistiram por muitas vezes para que eu as gravasse para publicar nas redes de streaming. Então, com muita gratidão a esses amigos resolvi investir nesse trabalho. =)
As músicas serão também executadas pela banda Subinstante, com uma pegada mais Rock 'n Roll, mas nesse processo de gravação elas serão feitas com uma vibe totalmente diferente da banda, algo mais voz e violão mesmo.
Espero que gostem, peço que me ajudem a compartilhar e a divulgar, e agradeço a todos pelo incentivo do fundo do meu coração mesmo.
Valeu!
\m/Ò.ó

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

O Maior Propósito Inexpressivo Ponderante

Objetivos
Qual a natureza que um objetivo deve possuir?
Como almejar alcançar um objetivo com a segurança de que vai realmente valer a pena?
Como mensurar a importância de um objetivo?

--

Recentemente fui criticado por conta de uma linha de pensamento constantemente exposto em minhas últimas canções, mas não escrevo aqui lamentações ou quaisquer lástimas decorrentes de tal análise exposta a mim, e sim uma breve reflexão a qual não consigo desprender de meus mais recentes pensamentos.

--

Entendo que a música é a expressividade não só do ser, mas da própria Alma do ser.

Da mesma forma que os olhos são a janela da alma, outras ferramentas compõem o acervo para que esta possa se expressar. O acelerar da batida do coração, a expressividade das palavras com fulcro na excitação de determinado momento... "Todos nascemos com a alma mais pura, desprovida de toda e qualquer ternura" que com o passar do tempo amadurece e por tantas formas busca se expressar pelas ferramentas que nós vamos aprendendo a manusear no decorrer de nossas vidas.

Aprendi que não preciso buscar um propósito maior para poder trazer ao mundo os meus mais profundos sentimentos através da música. Não utilizo desta ferramenta como uma máxima pela qual tudo o que escrevo retrata um interno sobre minha pessoa, mas confesso que dentre as composições das quais mais me orgulho, foram feitas com este inconsciente.

Se é um objetivo pelo qual devo me orgulhar, pouco me importa, mas acredito que guardar isso só pra mim possa ser prejudicial. Se vai valer a pena, só descobrirei quando minhas metas forem concretizadas, é um risco comum, nada original, as quais não há motivos para não correr atrás.

Importante para uns, insignificante para outros, mas a subjetividade interpreta da maneira que a sua realidade lhe apresenta o mundo a sua volta. 

Luis Moura.







quinta-feira, 6 de abril de 2017

Subinstante e a Temática de Cultura Popular, Identidade, Diversidade, Memória e Patrimônio Cultural





História:

Na estrada desde 2007 a Banda Subinstante surgiu a partir de outra Banda que tínhamos. Montada por quatro jovens moradores de Águas Claras-DF, esse novo projeto nasceu da necessidade de todos contribuírem para as composições sem se prenderem a um só rótulo, com o objetivo de transmitir mensagens nas letras dos fatos corriqueiros na sociedade e no íntimo das pessoas. Um som que demonstra facetas humanas e histórias sobre pessoas cuja intenção é transmitir isso através da música, com um estilo de rock alternativo, que mescla todas as influências musicais dos integrantes, com suas composições carregadas de harmonias, solos e riffs. 

O Nome Subinstante

O nome "Subinstante" se trata de um termo latino, que remete a uma situação vivida de breve duração, porém fortemente marcante para quem a vive. É um detalhe que fica para sempre na memória, tal lembrança traduz o que se é chamado de "Subinstante". Em geral as músicas trazem momentos com estas características à tona. 

Contribuição Social:

Na mesma linha do que o próprio nome da banda já propõe, os trabalhos da banda giram em torno de manifestações, dentre as quais incorporam as necessidades sociais que merecem destaque na atual precariedade local, frente aos problemas que se encontram presentes na nossa atualidade, seja questões individuais ou coletivas. Com isso a banda só tem a contribuir no crescimento e respeito das diversidades culturais e sociais, sempre valorizando as diferentes identidades que estão presentes na sociedade, além de possuir um estilo subjetivo que abrange todas as personalidades, já que sua mensagem de apoio e fomento do respeito social, cultural, e artístico busca servir de grande inspiração à todos os seus espectadores e fãs, para que possam refletir e buscar novos meios de contribuir para a harmonização da sociedade.

Conhecendo Algumas Músicas da Banda Subinstante:
Por Luis Moura, em sua visão pessoal:

REFLEXOS (reflexão filosófica sobre a origem da personalidade do ser);

BRASILEIRO (Manifestação política trazida aos olhos da sociedade como um todo);

SONHOS (incentivo a acreditar na possibilidade de ter os sonhos alcançados, e lutar por eles); 

TALVEZ NÃO SEJA TARDE (reflexão frente às nossas atitudes durante nosso dia a dia, onde nossas preocupações em coisas irrisórias que devem ser substituídas por questões que realmente merecem atenção em prol da busca da solução da problemática social atual); 

SE EU PUDESSE (Atitudes do passado que causaram tormento e arrependimento do eulírico devido a erros cometidos, tais como o envolvimento com drogas);

CARTAS MARCADAS (Crítica devido à globalização trazer benefícios apenas à alta classe, e a tecnologia prejudicar o convívio social da população); 

TUDO QUE PERDEU (Superação e vitória mesmo com a ausência de pessoas que contribuiriam ao seu desenvolvimento); 

TEMPO (Reflexão sobre a perda de tempo em não lutar por seus objetivos na vida); 

RECOMEÇAR (Busca enaltecer uma mulher que se sente incompleta, objetivando mostrar que ela não tem a necessidade de se sentir assim, pois o fato de ter a sí própria é suficiente para ser feliz);

QUEM EU SOU (críticas à pré-julgamentos).

Conheça mais sobre a banda:


Contato:
subinstante@gmail.com
61 98310-0222




quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Relações e Objetivos Interpessoais

Tenho o costume de acompanhar a história de diversos artistas e bandas que gosto muito, desde seu início até as novidades atuais que eles sempre postam em suas redes sociais.

Hoje, vi uma a qual me fez refletir graciosamente. A do guitarrista Marcelo Barbosa, o qual tive a honra de conhecer seu trabalho e talento através do show da banda Khalice, em 2011, que abriu o show do Iron Maiden, minha maior incentivadora durante minha gênese como músico.

Em sua página oficial, Marcelo publicou uma postagem que trata sobre uma conquista efetivada graças a pessoas que possui uma grande amizade e que acreditam em seu trabalho (https://www.facebook.com/marcelobarbosaofficial/posts/1380072105357388:0), citando 2 aforismos os quais eu concordo veementemente:

"Ninguém cresce sozinho"
"Quem tem amigo tem tudo"

EAcredito, assim como ele, que quem sonha pode construir e realizar. Independente da dificuldade que surja em seu caminho, é importante acreditar ser possível alcançar.

Mas pra alguns o caminho não é tão curto. E é aí onde existe a possibilidade em que se venha a ser mensurada a força que cada um possui para correr atrás de seus objetivos. Haja cacetada no trajeto. Até onde você pode aguentar?

É assim mesmo. Temos que agradecer pelas batalhas. Seja pela vitória, seja pela derrota, tudo se traduz em aprendizado para o próximo passo.

Nunca encarar qualquer tristeza como barreira, mas sim como combustível para seguir em frente e mudar essa situação pode ser a saída. Seja sozinho ou com apoio, um dia a gente chega lá.

\m/Ò.ó